Entenda o significado da NR 12 e suas últimas atualizações

O Brasil é um dos países com maior número de acidentes de trabalho. Por isso, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) tem buscado garantir a proteção do trabalhador dentro das organizações por meio de normas regulamentadoras. A NR-12 é uma delas. Mas o que é NR-12?

É muito importante que os empregadores estejam cada vez mais conscientes sobre as principais atualizações dessa norma e também de que um acidente de trabalho, além de prejudicar o colaborador, pode comprometer negativamente a empresa em vários aspectos.

Neste post você entenderá o significado da NR-12, bem como sua importância e atualizações. Acompanhe!

Definição da NR-12

NR-12 é uma norma regulamentadora de segurança do trabalho em máquinas e equipamentos que, junto a seus 12 anexos, abrange desde o projeto até o descarte das máquinas e as diversas relações com os trabalhadores em todas as fases de uso.

Para tanto, define e divulga referências técnicas e medidas de segurança que devem ser adotadas para garantir a integridade física e saúde dos trabalhadores, além de estabelecer requisitos mínimos para prevenir acidentes no uso de máquinas e equipamentos de todos os tipos.

É muito importante que a gestão tenha plena consciência sobre o que é NR-12, pois essa norma estabelece também as regras para construção, transporte, montagem, instalação, ajuste, operação, manutenção, limpeza, inspeção e desativação de máquinas e equipamentos.

Objetivos e importância da NR-12

O uso de máquinas e equipamentos específicos contribuiu significativamente para o crescimento das indústrias e desenvolvimento de novas e importantes funções. Essas máquinas estão presentes na vida de milhões de trabalhadores, em escala global.

Contudo, todo esse desenvolvimento tecnológico, que facilitou diversos processos, também trouxe um novo problema: acidentes de trabalho envolvendo máquinas. E é devido ao grande número de acidentes nos últimos anos que a NR-12 tem se tornado cada vez mais importante para a segurança dos colaboradores.

Somente em 2013 — segundo o anuário estatístico da Previdência Social — apenas 11 tipos de máquinas e equipamentos causaram mais de 55 mil acidentes, ou seja, 10% dos acidentes de trabalho ocorridos naquele ano que ocasionaram mortes, invalidez permanente ou afastamento temporário do trabalho.

A norma regulamentadora NR-12 deve ser aplicada em empresas de todos os setores, que tenham máquinas ou processos de trabalho capazes de apresentar riscos aos trabalhadores.

Entre os procedimentos de segurança a serem adotados está, por exemplo, a definição de protocolos e fluxos de trabalho em todas as etapas de operação e manutenção de máquinas, assim como treinamentos e capacitação para todos os colaboradores.

Resumidamente, a NR-12 estabelece medidas de prevenção de acidentes referentes aos seguintes tópicos:

  • arranjo físico e instalações;
  • dispositivos de partida, acionamento e parada;
  • instalações e dispositivos elétricos;
  • dispositivos de parada de emergência;
  • sistemas de segurança;
  • componentes pressurizados;
  • meios de acesso permanentes;
  • aspectos ergonômicos;
  • transportadores de materiais;
  • manutenção, inspeção, preparação, ajustes e reparos;
  • riscos adicionais;
  • manuais;
  • sinalização;
  • projeto, fabricação, importação, venda, locação, leilão, cessão a qualquer título e exposição;
  • capacitação;
  • procedimentos de trabalho e segurança.

Atualizações necessárias

A NR-12 foi criada por meio da Portaria n.º 3.214, de 8 de junho de 1978. No início, eram 6 itens com 2 anexos, mas o número de acidentes com máquinas e equipamentos aumentou com o passar dos anos e houve a necessidade de novas atualizações.

Atualmente, a NR-12 conta com 156 itens e 12 anexos que trazem explicações mais detalhadas sobre instalações e dispositivos de segurança. As mais recentes atualizações ocorreram em abril e setembro de 2016 e junho de 2017. Por isso, é muito importante ficar atento às mudanças para que sejam feitas as adequações necessárias.

Máquinas e equipamentos — nacionais ou importados —, mesmo de última geração, se não estiverem adequados à NR-12 podem trazer grandes prejuízos, pois o MTE fiscaliza o cumprimento das regras e quem não as seguir pode receber multas pesadas e ter seu maquinário interditado. Portanto, busque o máximo de informações sobre o assunto para estar de acordo com a NR-12.

Principais causas de acidentes de trabalho na indústria

Você sabe o que pode causar um acidente de trabalho? Bem, alguns motivos são mais comuns que outros e é sobre eles que falaremos.

Não ter uma comunicação eficiente

Uma das maiores causas de acidentes dentro do meio de trabalho com as máquinas é a falta de comunicação. É preciso que o colaborador esteja ciente sobre a situação do equipamento antes de começar as atividades. Cada parte da NR-12 trata de requisitos mínimos de segurança em todos os tipos de itens que são relacionados às máquinas, a fim de assegurar que esses acidentes não aconteçam.

Não colocar sinalizações

Obviamente, a falta de sinalização em um local com piso molhado já pode causar acidentes, agora imagine o que acontecer quando não há uma sinalização correta no ambiente de trabalho contendo máquinas? É necessário deixar claro alguns alertas expostos para a segurança dos trabalhadores e estar sempre atento.

Não remover a conexão de energia

Um risco que pode acontecer com qualquer equipamento ou máquina que utilize a rede de energia para operar é o seu religamento acidental. A melhor maneira de evitar que isso aconteça é remover a conexão de energia, cortando a corrente elétrica que chega até ela.

Esquecer-se de desligar as máquinas

O simples fato de não desligar as máquinas após terminar os trabalhos pode resultar em uma série de acidentes. Portanto, não se esqueça de desligar, seja de maneira física, seja pelo corte de eletricidade.

Adequação de máquinas e equipamentos

Há duas ações referentes à gestão que você pode adotar para que todos os sistemas de proteção e segurança funcionem da maneira correta. A adoção de treinamentos contínuos com os trabalhadores é a primeira delas. Eles precisam ser capacitados para compreender o uso das medidas de seguranças e sua importância para evitar os riscos que cada atividade propicia.

A segunda prática é criar um cronograma de manutenção preventiva nos equipamentos de segurança e em todas as máquinas, a fim de reduzir ou excluir chances de falhas. Além do uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) — itens indispensáveis para quem passa muito tempo exposto a fatores de risco.

Importância de uma empresa especializada

É imprescindível contar com o apoio de uma empresa especializada para conseguir cumprir todas as atualizações da norma. A Health Care é uma empresa que oferece serviços para o bem-estar e qualidade de vida na organização, no conceito de saúde preventiva. Está no mercado desde 2006 e surgiu da união de profissionais com alta qualificação científica e técnica.

Com a ajuda da Health Care será muito mais fácil atender a todas as normas de segurança, assegurando e elaborando projetos de bem-estar para os colaboradores.

Por fim, é essencial que o gestor saiba o que é NR-12, para que com ela seja possível determinar os requisitos a serem seguidos, a fim de evitar situações de riscos dos funcionários com o maquinário. É importante ressaltar que, de acordo com a NR-12, adotar medidas de proteção para o uso seguro de equipamentos e máquinas é de responsabilidade do empregador.

Agora que você sabe da importância da NR-12 para a indústria, compartilhe o texto em suas redes sociais para ajudar mais organizações a conhecerem e se informarem sobre essa norma fundamental à segurança.

Fechar Menu