Programas de Bem-Estar no trabalho reduz em 18,4% os custos anuais com assistência médica

Economia com assistência médica através de Programas de Bem-Estar no local de trabalho: O que é uma economia realista?
 
Programas de bem-estar no local de trabalho tornaram-se cada vez mais populares, apesar de grandes inconsistências nas análises de sua capacidade de produzir economias a longo prazo em relação aos custos com assistência médica.
O objetivo do estudo foi estimar uma potencial economia com assistência médica a longo prazo ligada às doenças crônicas através dos programas de bem estar no local de trabalho.
 Foram combinados dados do Global Burden of Disease Study e pesquisas de despesas médicas para estimar a economia anual, resultante da redução dos fatores de risco, geralmente gerenciados por programas de bem-estar no local de trabalho, estimados teoricamente.
 Como resultado, foi encontrado uma diminuição dos fatores de risco estimados teoricamente, reduzindo em 18,4% os custos médios anuais com assistência médica em adultos com idade produtiva.
 Estes resultados têm implicações importantes para os programas de bem-estar no local de trabalho, porque eles fornecem uma estimativa sólida do potencial de economia.

Fonte: Medical Care Savings From Workplace Wellness Programs: What Is a Realistic Savings Potential?
Journal of Occupational & Environmental Medicine – Janeiro 2013 (abstract)

Fechar Menu
WhatsApp chat