Corrida de rua – Uma modalidade que cresce a passos largos e ajuda as pessoas a sairem do sedentarismo

Um estilo de vida saudável, que inclui alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos, é capaz de prevenir doenças hipocinéticas (causada pela falta de movimento corporal), manter o corpo em forma e fornecer aptidão para as atividades do dia a dia. Assim, a prática de exercícios auxilia tanto na redução do colesterol, da hipertensão, da obesidade, como melhora a flexibilidade, a força muscular e a autonomia, diminuindo a ocorrência de problemas osteomusculares.

Na atualidade encontramos inúmeras alternativas para fugirmos do sedentarismo. Destacamos a corrida de rua, modalidade que vem crescendo no número de adeptos e provas por todo país (no Brasil são mais de 600 provas por ano). Para confirmar isto, basta percorrer as ruas e parques da cidade.

Estima-se hoje que, no Brasil, sejam mais de quatro milhões de pessoas correndo – nos Estados Unidos esse número sobe para cerca de 40 milhões de adeptos ao esporte, sendo caracterizado como o “país da corrida de rua”.

O crescente interesse por esta modalidade esportiva vem fazendo com que o mercado esteja mais atento a este público. Observa-se o aumento no número de assessorias esportivas especializadas em corrida de rua e um comércio voltado à confecção de produtos esportivos com tecnologias direcionadas ao corredor. A receita gerada pelo esporte vem crescendo cerca de 30% ao ano. Possivelmente este fato também se deva a mudanças no perfil dos praticantes de corrida de rua: o que antigamente era considerado um esporte das classes de baixo poder aquisitivo, passou a ser hoje uma opção de classes mais privilegiadas. O aumento da participação de brasileiros em provas internacionais e a crescente atenção que empresas de turismo têm dado à grupos de corredores evidenciam a expansão desse mercado.

Ainda assim, para os menos ambiciosos, a corrida de rua é um esporte de baixo custo. Além disso, independe de habilidades específicas (correr é da natureza do ser humano) e propicia todos os benefícios – físicos, psicológicos e sociais – da prática de exercício regular.  Possivelmente essas sejam algumas das justificativas para essa procura crescente.

O desejo por participar de provas é inerente à prática. Para iniciantes, um período curto de treinamento já é suficiente para que sejam completados os percursos de 5Km. Já as provas de 10Km destinam-se aos corredores de nível intermediário. Os mais ousados e com mais experiência de provas e treinos podem percorrer distâncias que variam entre 10km e ultramaratonas.

Independente da ambição individual, a corrida também é atraente por possibilitar a autossuperação e a prática nos mais diversos locais e horários, ou seja, você pode conhecer sua cidade correndo. Experimente, vale a pena!

Autor: Fábio Santos – Professor da equipe Health Care e Sócio da Assessoria Esportiva  Life Team runners (www.lifeteam.com.br)

Fechar Menu
WhatsApp chat