Quais são os benefícios da cinesioterapia laboral para o colaborador?


A cinesioterapia laboral abrange um conjunto de exercícios preventivos e terapêuticos que têm como objetivo elevar a qualidade de vida no trabalho. As atividades são propostas por um fisioterapeuta ou educador físico de acordo com as necessidades das funções desempenhadas pelos funcionários na empresa.

A cinesioterapia apresenta um foco terapêutico mais acentuado do que a ginástica laboral. No entanto, ambas as atividades oferecem exercícios de fortalecimento muscular e alongamento, que têm como objetivo preparar o organismo para as tarefas do dia, compensar os esforços já realizados ou relaxar o corpo e a mente.

Os inúmeros benefícios da cinesioterapia laboral culminam no aumento da produtividade da empresa. Continue a leitura deste post para conhecer as vantagens da prática!

Prevenção de problemas ergonômicos

Muitos colaboradores passam horas em seus postos de trabalho realizando tarefas repetitivas. Para evitar que os funcionários desenvolvam um quadro de LER/DORT (Lesão por Esforço Repetitivo e Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho), a empresa deve adotar algumas medidas para reduzir os riscos ergonômicos e minimizar o absenteísmo por problemas de saúde.

Além de oferecer um ambiente ergonomicamente preparado e confortável para sua equipe, a empresa pode investir também em um programa de cinesioterapia laboral para aliviar o cansaço físico. Veja alguns benefícios dessa prática para o bem-estar:

  • alívio da tensão muscular;

  • reeducação da postura corporal;

  • estímulo a prática de atividades físicas;

  • promoção do equilíbrio muscular.

Prevenção de problemas psicológicos

A cinesioterapia laboral não alivia apenas o cansaço físico, mas também a exaustão emocional dos colaboradores. A prática é capaz de diminuir o estresse e reduzir as tensões acumuladas em função do excesso de trabalho. Ela funciona também como uma injeção de ânimo, deixando a equipe mais integrada e motivada para realizar as atividades corporativas.

Com isso, a cinesioterapia laboral previne distúrbios psicológicos, tais como os transtornos de ansiedade e a depressão. A Síndrome de Burnout, caracterizada pelo completo esgotamento profissional, também é menos provável de acontecer em funcionários que trabalham em empresas que investem no bem-estar dos colaboradores.

Melhoria de aspectos cognitivos

Uma das consequências da cinesioterapia laboral é o estímulo da oxigenação dos diversos tecidos do corpo. Isso, somado à fuga da monotonia, gera também benefícios cognitivos. Entre eles, podemos destacar a melhoria da memória e o favorecimento da manutenção do foco no trabalho.

Ao se sentir valorizado pela empresa, o colaborador se percebe como parte do ambiente corporativo. Com isso, o aprendizado de novas competências e o processo de tomada de decisão são facilitados.

Aumento de produtividade

Ao reduzir absenteísmo a empresa diminui os custos relacionados à perda de produtividade dos trabalhadores ausentes e ao pagamento de horas extras para outros funcionários. Isso sem falar na economia de custos com indenização. É preciso considerar ainda que o colaborador saudável e feliz com seu trabalho produz mais e melhor.

Podemos concluir, portanto, que todos os benefícios citados anteriormente contribuem para o aumento da produtividade da empresa. Logo, a cinesioterapia laboral, por ser uma atividade que promove o aumento da qualidade de vida no trabalho, é um investimento com ótimo retorno.

Agora que você já viu os benefícios dessa prática, que tal conhecer um exemplo prático e de sucesso de aplicação da cinesioterapia laboral? Saiba mais sobre o programa desenvolvido pelo CTE de Benfica!