Por que é importante se preocupar com a cultura organizacional?


Mesmo que sigam as mesmas normas de organização e atuem no mesmo setor, diferentes empresas podem possuir práticas muito dispares em seus próprios ambientes. Isso é resultado da cultura organizacional daquele negócio específico.

De forma simples, esse tipo de cultura é o conjunto de atitudes e práticas que são esperadas de cada colaborador no seu dia a dia. Algumas empresas são mais competitivas, estimulando uma postura predatória. Outras, por outro lado, são mais cooperativas, buscando a união da equipe.

E a cultura de uma empresa tem um grande efeito sobre o seu desempenho. Para explicar melhor o assunto, trouxemos a seguir os principais aspectos da cultura organizacional, explicando seus efeitos sobre a empresa e a equipe. Acompanhe!

Transmissão de valores entre os colaboradores

Um dos principais elementos de qualquer cultura empresarial é o conjunto de valores que são pregados. Humildade, proatividade e organização, por exemplo, são características que podem ser reforçadas pelas atitudes da empresa e de seus componentes.

Quando você estiver avaliando a cultura da sua empresa, lembre-se de analisar quais valores você reforça. Não existe empresa “sem valores”. No máximo, eles podem ser valores negativos, como competitividade excessiva, falta de transparência etc.

Tenha em mente que essas características se transmitem principalmente pelo exemplo. Portanto, se você quer incentivar algum valor em seus colaboradores, conscientize seus gestores a exercitá-lo no dia a dia.

Preservação do capital humano

Uma cultura organizacional sempre terá impacto na escolha dos profissionais em permanecerem ou não na empresa. Cada indivíduo possui sua própria forma de enxergar o mundo e de agir sobre ele. Para que essa pessoa se sinta confortável ao trabalhar com você, ela deve estar alinhada com a cultura da sua empresa.

Nesse sentido, você também pode gerar uma cultura mais humanitária, promovendo solidariedade e um ambiente amigável. Essas características possuem alto índice de aprovação, ajudando muito a captar e manter talentos e colaboradores de alto desempenho dentro da empresa.

Menor ou maior rotatividade em todos os setores

A preservação ou não do capital humano também possui uma consequência direta: a rotatividade. Área com alto índice de mudança no quadro da equipe, muitos desligamentos, substituições e contratações tendem a perder muito em termos de trabalho em equipe, qualidade e produtividade.

Uma cultura organizacional que promova, por exemplo, competitividade excessiva ou condições ruins de trabalho, tende a causar muita evasão de bons profissionais, que acabam sendo substituídos — e, mais tarde, provavelmente vão evadir também.

Sendo assim, promover uma cultura adequada para a preservação das equipes pode poupar muitos recursos e garantir que os colaboradores trabalhem em melhor sintonia.

Promoção da saúde ocupacional

Acima de tudo, a cultura da sua empresa também influencia no índice de adoecimento da equipe. Boa parte dos problemas de saúde modernos, como estresse, depressão, úlcera, enxaqueca e insônia, são causados por uma cultura que estimula ou exige esforço excessivo por parte dos colaboradores.

Nem sempre isso se instaura conscientemente. Então, é importante que você vigie seus colaboradores e interfira caso eles estejam se desgastando demais, além de proporcionar uma maior ergonomia no local de trabalho.

Agora você já sabe quais são os impactos da cultura organizacional dentro da sua empresa! Quer mais dicas para promover a saúde dos seus colaboradores? Então, aproveite para conferir também nosso post sobre ginástica laboral.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *