Como reduzir a insatisfação dos funcionários no trabalho?


A insatisfação no trabalho pode fazer parte da vida de qualquer trabalhador. Normalmente influenciada por fatores internos e externos à organização, a desmotivação da equipe prejudica os resultados da empresa.

É importante ressaltar que essa percepção dos funcionários não está ligada somente ao salário ofertado. A qualidade de vida, o relacionamento com os colegas e o estresse do ambiente tem forte influência sob a satisfação.

Se você não quer sofrer com a queda da produtividade, turnover, absenteísmo e clima organizacional ruim, não deixe de conferir nossas dicas de como reduzir a insatisfação no trabalho!

Invista na ginástica laboral

Se a equipe costuma ficar muito tensa e reclama com frequência de dores musculares, o investimento em ginástica laboral é uma excelente opção. Esse exercício envolve trabalhos de relaxamento, controle e compensação muscular.

A prática tem uma duração média de 15 minutos e tem como resultado a melhoria significativa da produtividade do grupo e proporciona um ambiente de trabalho saudável, haja vista que os colaboradores estão mais descontraídos mentalmente.

A ginástica laboral pode ser dividida em 4 tipos: preparatória, compensatória, relaxamento e corretiva. Sendo assim, entenda qual a necessidade dos funcionários para acertar na escolha!

Faça uma análise ergonômica do ambiente de trabalho

As lesões por esforços repetitivos e doenças osteomusculares são exemplos de problemas causados pela ergonomia inadequada e que resulta em custos para a organização.

Para evitar afastamentos e gastos médicos posteriores, o ideal é contratar uma empresa que ofereça serviços de análise ergonômica para conseguir atuar preventivamente e garantir a saúde dos colaboradores.

Além da redução dos custos e satisfação da equipe, a companhia passa a desfrutar de benefícios como o aumento da produtividade, maior engajamento, melhores resultados e ambiente seguro.

Monte uma academia corporativa

A academia corporativa nada mais é do que um ambiente montado dentro da empresa para promover uma vida saudável para os profissionais. Se você está preocupado com o gasto de montagem e manutenção, saiba que o retorno compensa esse investimento.

Com a prática de exercícios físicos voltada para as necessidades do público, sua empresa passa a contar com pessoas mais saudáveis, felizes, mais produtivas, com qualidade de vida, e vê seus índices de rotatividade e absenteísmo despencarem.

É preciso ter em mente que manter um funcionário e prevenir sua saúde é mais barato do que contratar novos profissionais e gastar com exames ocupacionais e afastamento de pessoas.

Tenha um programa de treinamento e desenvolvimento sólido

Uma das ações mais eficientes no combate à insatisfação no trabalho é o treinamento e desenvolvimento dos profissionais. O desafio e as novas experiências têm forte impacto sob a motivação da equipe e na retenção dos talentos.

Além de agregar valor para os colaboradores, essa atitude gera um diferencial competitivo para a organização. Isso porque pessoas mais capacitadas conseguem desempenhar melhor suas funções a um custo menor.

Estabeleça metas desafiadoras

Outro motivo muito recorrente que leva um colaborador a se desligar da empresa ou trabalhar insatisfeito é a falta de desafios e a rotina presente em suas atividades.

Para resolver essa oportunidade, é interessante desenvolver metas desafiadoras com base no objetivo profissional do funcionário e levando em consideração os objetivos de crescimento do negócio.

É importante ainda oferecer uma recompensa para quem for destaque nas campanhas como forma de valorizar o bom desempenho e criar uma cultura organizacional competitiva.

O que achou das nossas dicas para reduzir a insatisfação no trabalho? Se você quer ficar por dentro de mais práticas de gestão de pessoas, curta nossa página no Facebook agora mesmo!