Veja 5 dicas para manter um ambiente saudável na empresa


veja-5-dicas-para-manter-um-ambiente-saudavel-na-empresa.jpeg

Cada membro de uma organização é essencial para o funcionamento dela como um todo, cada qual com suas particularidades e limites. Sabendo disso, é papel da empresa proporcionar as condições ideais para que a toda a equipe possa levá-la ao sucesso e, ao mesmo tempo, gozar de uma qualidade de vida elevada.

Para que isso seja possível, um ambiente saudável na empresa é fundamental, e com o intuito de te ajudar a obter isso, listamos 5 dicas de ouro. Ficou curioso? Então continue acompanhando e anote!

1. Promova a integração entre os funcionários

Um dos fatores que mais pesa na saúde do ambiente de trabalho é a qualidade do clima organizacional. Por isso, trabalhe a integração entre os funcionários de modo que todos estejam cientes de que estão em busca do mesmo objetivo e se vejam como parceiros, e não rivais.

Não faça vista grossa a conflitos e, acima de tudo, procure incentivar a cooperação em vez da competitividade entre colaboradores.

2. Recompense as conquistas do grupo

Dar o devido crédito às conquistas do grupo é uma forma eficiente de mantê-los engajados e produtivos. Assim sendo, seja criativo e recompense o grupo sempre que uma meta for alcançada ou uma ação positiva digna de servir de exemplo for tomada.

Seja oferecendo bônus em dinheiro, folgas, promovendo um café da tarde divertido, levando-os a um happy hour casual, oferecendo vale-cultura, ou mesmo dando brindes personalizados, o que conta é a boa intenção e criatividade na hora de recompensar.

3. Faça com que a motivação seja parte da rotina

Ao perceber certa desmotivação por parte da equipe, aja rápido, pois o nível de felicidade dos funcionários influencia na construção de um ambiente saudável na empresa. Para saber o que está errado, faça pesquisas de opinião ou peça feedbacks a seus colaboradores diretamente e tente sanar os problemas reportados.

Seja excesso de burocracia, conflitos entre funcionários ou uma cadeira desconfortável, dê a atenção necessária ao problema. Mostrar genuína preocupação com o bem-estar das pessoas é algo que gera um forte engajamento na equipe.

4. Garanta uma comunicação eficiente

Por mais que você se esforce em manter o time sempre satisfeito e produtivo, se houver falhas na comunicação interna da empresa todo o seu esforço poderá ser em vão. Isso porque, uma comunicação ineficiente afeta não somente a execução das tarefas e o cumprimento de prazos, mas também pode desestabilizar as relações interpessoais.

Nesse sentido, é preciso incentivar o diálogo entre os colaboradores. Para isso, vale instalar murais de notícias, implementar programas de chats online ou promover mais reuniões informativas para que todos estejam sempre alinhados.

5. Seja um exemplo de resiliência

Não se preocupe em acertar sempre quando estiver diante de sua equipe, pelo contrário, é importante que todos vejam como você lida com as falhas cometidas. Isso ajuda a construir um senso de resiliência e serve de inspiração para que a equipe se torne mais unida e veja que, independentemente da hierarquia, é o modo como as pessoas agem que constrói um ambiente saudável na empresa.

E então, achou nossas dicas úteis? Aproveite e nos siga nas redes sociais e fique por dentro das nossas novidades!

YOU MIGHT ALSO LIKE

Conheça os tipos de ginástica laboral
January 31, 2017
Como a ginástica laboral pode reduzir custos da empresa?
December 01, 2016
Processos de Certificação. NOVE BONS MOTIVOS para realizar Análise Ergonômica do Trabalho
May 25, 2015
Saúde, Conforto e Segurança dos colaboradores – NOVE BONS MOTIVOS para realizar Análise Ergonômica do Trabalho
April 06, 2015
Fazer exercícios em jejum queima músculos e preserva gorduras
March 05, 2015
Relação Custo-Benefício – NOVE BONS MOTIVOS para realizar Análise Ergonômica do Trabalho
January 14, 2015
Postura e descanso são importantes para evitar lesões por esforço repetitivo
November 25, 2014
Diminuição dos riscos de Doenças Ocupacionais – NOVE BONS MOTIVOS para realizar Análise Ergonômica do Trabalho
November 16, 2014
Controle de Absenteísmo – NOVE BONS MOTIVOS PARA REALIZAR ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO
September 30, 2014