Você conhece os benefícios da ginástica laboral na saúde ocupacional?


Se por um lado a modernização do trabalho gerou uma série de comodidades, permitindo menor esforço físico, por outro, o mercado tornou-se mais competitivo, elevando a exigência que as empresas têm com os colaboradores, que passam longas horas realizando atividades, muitas vezes na mesma posição.

Tais exigências profissionais podem acarretar diversas consequências físicas e psicológicas, o que, consequentemente afetará a qualidade de vida do quadro de pessoal de uma organização. Para minimizar esses problemas e proporcionar mais qualidade de vida a todos os colaboradores,  gestores estão apostando nos  nos benefícios da ginástica laboral.

A atividade física é indispensável e, quando realizada durante o expediente, promove por alguns momentos um ambiente de descontração e relaxamento no próprio local de trabalho. Sem contar as vantagens para a saúde de todos. Adotar essa prática traz inúmeros benefícios para o empregado e para a empresa.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então, confira nosso post de hoje, fique por dentro da tendência e entenda os benefícios que a ginástica laboral traz para a saúde ocupacional, quais os principais exercícios e como implementá-la em sua rotina! Vamos lá? Confira!

O que é ginástica laboral?

Um colaborador que está motivado, com a saúde em dia e satisfeito com a empresa, certamente apresenta desempenho melhor em suas atividades em relação aos demais. Por essa razão, gestores precisam ter consciência que tirar alguns minutos da jornada de trabalho para proporcionar momentos de relaxamento e interação é totalmente benéfico.

Pensando nisso, a ginástica laboral foi idealizada com o objetivo de aproveitar esses pequenos momentos para que, além da interação e o relaxamento, ainda proporcione mais bem-estar a todos os envolvidos. Ou seja, ela melhora a saúde de todos sem prejudicar o faturamento da empresa.

Essa atividade se baseia na prática de alguns exercícios físicos, ainda durante o expediente para garantir a todos mais disposição na execução das atribuições, além da descontração, indispensável para manter a motivação ao longo do dia.

Normalmente, a ginástica laboral costuma durar em torno de 15 minutos e pode ser dos seguintes tipos:

  • preparatória: realizada antes do trabalho para aumentar a concentração;
  • compensatória: para casos em que alguém sente algum desconforto em decorrência do trabalho;
  • relaxamento: feita no final do expediente para relaxar e aliviar o estresse;
  • corretiva: para compensar algumas estruturas ergonômicas desconfortáveis.

Os principais benefícios da ginástica laboral

A ginástica laboral traz benefícios para a saúde dos funcionários e também para o ambiente organizacional e o cotidiano de trabalho. Assim, influencia positivamente na produtividade. Os benefícios são muitos, por isso, conheça alguns deles a seguir!

Previne as doenças ocupacionais

Os distúrbios Osteomioarticulares Relacionados ao Trabalho e Lesões por Esforços Repetitivos (DORT/LER), ou seja, lesões que ocorrem em virtude do tipo de atividade desenvolvida por uma pessoa, são os principais motivos que levam ao afastamento no trabalho.

Alongamentos e exercícios específicos ministrados durante a ginástica laboral previnem o surgimento dessas e outras doenças ocupacionais, minimizando as ausências de funcionários.

Reduz o sedentarismo

O sedentarismo é um dos grandes vilões da saúde, podendo desencadear problemas cardíacos, obesidade, diabetes, depressão, além de outros transtornos.

O IBGE (2016) mostrou em uma pesquisa um dado preocupante: 75% dos trabalhadores brasileiros  podem ser considerados sedentários, uma vez que esses não tem a prática de atividade física como um hábito. Isso é um problema grave uma vez que trabalhadores nessas condições, além de terem a saúde prejudica, também apresentam queda de produtividade. Isso sem contar o risco maior de faltas no trabalho devido a ocorrências de doenças ligadas à falta de atividade física.

Para evitar esses transtornos, a ginástica laboral melhora o condicionamento físico. Isso acontece por meio de exercícios que recrutam todos os segmentos corporais, como a cabeça, a coluna e os membros superiores e inferiores.

Powered by Rock Convert

Combate tensões do dia a dia

As cobranças por resultados e a ansiedade pela melhoria da produtividade sobrecarregam o funcionário, principalmente aqueles mais comprometidos. Ao propiciar um ambiente descontraído que envolve todos no setor, a ginástica laboral desfaz possíveis situações de conflito na equipe.

Os exercícios e a percepção dos resultados obtidos pela ginástica laboral trazem benefícios psicológicos que interferem positivamente também na autoestima dos colaboradores.

Diminui o estresse

Além das exigências pessoais e sociais, o trabalho muitas vezes provoca desgaste físico e psíquico, gerando assim o estresse.

Sendo um fator determinante de competitividade e produtividade, detectar a ocorrência de estresse na equipe e gerenciá-lo é um fator diferencial de competitividade e produtividade. A ginástica laboral contribui de forma significativa para a sua redução.

Os benefícios da ginástica laboral também são sentidos na diminuição do cansaço após o trabalho, além da redução da fadiga mental e visual causada pelo uso constante do computador.

Menos custos com mais produtividade

A melhora do ambiente de trabalho e a diminuição dos casos de afastamentos por problemas de saúde, além de favorecer a imagem da empresa, aumentam a produtividade com importante redução de custos.

Como implantar a ginástica laboral na sua empresa

Muitas pessoas têm a ideia de que essa atividade é algo complexo de ser implantando e, por isso, acabam desistindo devido ao medo de demorar muito ou colocar e em risco o rendimento da empresa. No entanto, não há mistério: para aproveitar os benefícios da ginástica laboral, basta seguir algumas etapas.

A primeira coisa que deve ser feita é procurar um profissional de educação física, de preferência que seja especializado em ergonomia. Ele será o especialista responsável por elaborar as atividades e ensinar como realizá-las. Além dele, médicos do trabalho e técnicos em segurança também são imprescindíveis, de acordo com a necessidade da empresa.

Além disso, é preciso identificar quais as atividades combinam com a cultura da empresa e também entender quais são as necessidades dos colaboradores em relação ao exercício físico.

Em seguida, é preciso definir a periodicidade e a duração da ginástica laboral. O recomendado é que sejam feitas três séries diárias de dez a 15 minutos, variando de acordo com a atividade e a rotina da empresa.

Principais exercícios utilizados na ginástica laboral

Para aproveitar os benefícios da ginástica laboral alguns exercícios são fundamentais. Os mais comuns nas rotinas das empresas são:

  • alongamento dos braços;
  • elevação dos membros inferiores;
  • elevação dos membros superiores;
  • rotação de tronco;
  • alongamento da coluna;
  • alongamento do pescoço.

Esses movimentos podem ser feitos repetidas vezes, de acordo com as orientações do professor de educação física ou o responsável pela ação. O importante é não deixar ninguém parado

Viu só como não existem segredos para levar mais qualidade de vida para seus colaboradores? Os benefícios da ginástica laboral tanto para a equipe quanto para a empresa são muitos. Com esses exercícios é possível proporcionar mais bem-estar físico e mental para todos, o que consequentemente elevará a produtividade da organização.

Gostou deste conteúdo? Acesse nosso artigo para saber mais sobre os tipos de ginástica laboral e como implementá-los de acordo com a sua rotina.

Powered by Rock Convert

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *