6 melhorias no ambiente de trabalho que aumentam a satisfação dos funcionários


O momento conturbado que o país enfrenta tem aumentado o estresse e a ansiedade em todos os níveis. Cabe aos gestores de RH das empresas tentarem introduzir melhorias no ambiente de trabalho, possibilitando um aumento na satisfação e na saúde de seus funcionários.

O absenteísmo, ou seja, a ausência no trabalho tem sido muito alta e, na maioria das vezes, tem relação com doenças que poderiam ser evitadas. As empresas, normalmente, gastam muito na manutenção de seus equipamentos e, às vezes, não dá o valor devido ao seu maior ativo: os colaboradores.

Normalmente, o colaborador passa mais tempo de seu dia no ambiente de trabalho do que em casa. Somando-se os deslocamentos entre a residência e a empresa, principalmente nas grandes cidades, o tempo despendido é muito grande.

Por isso, promover melhorias para seus funcionários passou a ser um investimento para a redução das ausências ao trabalho, o aumento da satisfação e a melhoria na produtividade.

Algumas ações são de muito fácil aplicação. Outras necessitam de certo investimento. Neste post, listaremos 6 dicas que podem auxiliar os gestores de RH a proceder melhorias no ambiente de trabalho, aumentando a satisfação dos funcionários e, como consequência, melhorando a produtividade. Confira!

1. Limpeza do local de trabalho

A limpeza do local de trabalho é o primeiro ponto a ser avaliado. Além da rotina de faxina habitual, a higienização dos dutos e dos aparelhos de ar-condicionado é primordial. A maioria das doenças respiratórias tem como causa uma precária manutenção nestes equipamentos.

2. Prática da ginástica laboral

Outra dica é a implantação da cultura da ginástica laboral. Utilizar a SIPAT — Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho — com uma empresa especializada em medicina e saúde laboral é uma excelente oportunidade de divulgação e conscientização.

Realizar palestras com demonstrações e apresentação de vídeo auxilia na absorção por parte dos colaboradores. Alguns exercícios podem ser feitos na própria mesa de trabalho e podem evitar a ocorrência de LER — Lesão por Esforço Repetitivo.

3. Ergonomia

A ergonomia, ou melhoria das condições de trabalho, deve ser abordada nas palestras e nos treinamentos voltados para o bem-estar dos colaboradores. Às vezes, uma pequena alteração na posição do vídeo ou do teclado do computador pode trazer um alívio muito grande para o usuário.

4. Flexibilização de horários

A utilização de horário flexível é outro fator motivacional que tem sido praticado por algumas empresas. Isto é possível desde que não traga dificuldade para a gestão do negócio. Em setores administrativos é mais fácil introduzir. Em processos produtivos industriais a sua implantação é mais complicada.

5. Comunicação

Investir na comunicação interna também é uma excelente prática para a melhoria no ambiente de trabalho. Traz uma grande satisfação para os colaboradores receberem as informações com transparência e clareza, mantendo-os bem informados e participativos.

Disponibilizar mensagens positivas no momento em que o usuário liga o seu computador também é uma ação de fácil aplicação e de baixo custo.

6. Incentivo à prática de exercícios físicos

Incentivar os colaboradores a praticarem exercícios físicos não exige investimento e pode ser feito em paralelo com todas as dicas já listadas. O hábito de andar um ou dois quarteirões antes de chegar ao trabalho pode significar uma injeção grande de ânimo. Esta iniciativa também pode ser divulgada nas palestras e veiculada nas comunicações internas.

Agora que você já tem algumas dicas sobre melhoria no ambiente de trabalho, assine a nossa newsletter e continue recebendo informações sobre o bem-estar completo para os seus colaboradores!