Quais os benefícios da acessibilidade nas empresas?


Em primeiro lugar, para ampliar a participação de pessoas com deficiências no mercado de trabalho os profissionais da área de Recursos Humanos devem saber quais medidas precisam ser adotadas para garantir a acessibilidade nas empresas.

Por ser o setor responsável pela gestão de pessoas, o departamento de RH tem a facilidade de conversar os funcionários sobre as possíveis mudanças na estrutura da organização e, assim, garantir um ambiente de trabalho que atenda a todas as expectativas.

No texto a seguir, você vai entender melhor o assunto e saber quais benefícios a empresa tem ao promover essa inclusão social. Continue lendo e confira como deixar o seu negócio mais atrativo!

O que é acessibilidade?

Muito se fala sobre o conceito desse termo. Mas você sabe o que ele, realmente, significa?

Grosso modo, acessibilidade é um conjunto de medidas que visam dar infraestrutura e boas condições de alcance, percepção, visibilidade, segurança e acesso a um ou mais lugares com pessoas que têm necessidades específicas.

Ela pode ser instituída com o intuito de cuidar e garantir que esse público seja integrado à sociedade. Isso possibilita que tanto as pessoas com mobilidade reduzida quanto as que têm alguma deficiência sejam integradas às atividades e serviços do dia a dia, com facilidade de locomoção e adaptação, sem barreiras que atrapalhem sua produtividade

Os benefícios da acessibilidade nas empresas

1. Promove a inclusão de Pessoas com Deficiência (PCDs)

Atualmente, 45 milhões de brasileiros portam algum tipo de deficiência, o que corresponde a 24% da população, segundo pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Diante desse cenário, os empregadores devem, cada vez mais, pensar e implantar ações que atendam esse público. Para isso, é necessário traçar estratégias e saber como desenvolvê-las, de acordo com o orçamento permitido.

Outro ponto a ser analisado é a própria contratação de PCDs. Quando se tem conhecimento do assunto, fica mais fácil saber quais são as demandas do entrevistado, adequando o ambiente às suas necessidades.

2. Permanece de acordo com a lei

A Lei de Cotas, nº 8.213, criada em 1991, determina que a empresa que tiver 100 funcionários ou mais é obrigada a preencher o seu quadro com 2% a 5% de pessoas portadoras de deficiência.

A norma brasileira ABNT 9050 estabelece quais são os critérios a serem adotados para alcançar todas as condições de acessibilidade nas empresas. Assim, para conferir todos itens a serem seguidos, é necessário fazer uma consulta ao documento.

3. Deixa as pessoas acolhidas

A empresa que traz a acessibilidade ao seu negócio faz com que não só os funcionários se sintam motivados, mas também os clientes e o público que visita o seu estabelecimento.

Exemplo disso são as pessoas que usam cadeiras de roda. Para elas conseguirem se deslocar em um determinado ambiente, é necessário um espaço adequado, que não pode ter obstáculos.

Nesse sentido, inclusive, não adequar o ambiente de trabalho às pessoas com deficiência pode ainda ser visto como uma forma de discriminação. Afinal, todo trabalhador têm direto à possibilidade de trabalhar com autonomia, sem a necessidade de pedir auxílio de outras pessoas ao redor para realizar atividades simples.

4. Vira referência para os clientes

Ser capaz de inspirar seus clientes e mostrar que a sua empresa é referência no assunto é um ponto positivo! Com uma boa reputação e mostrando que as ações e medidas adotadas estão de acordo com o proposto, eles se sentem felizes e realizados — e, dessa forma, é possível fidelizar os consumidores, que se identificam com o modo de negócio adotado.

Entretanto, vale ressaltar que nem todas as empresas têm capital ou conseguem, logo de início, investir em grandes ações de acessibilidade. Ainda assim, conhecer o assunto e se planejar já é fundamental para que, mesmo que em longo prazo, as mudanças possam ser adotadas.

Enfim, agora você já sabe quais são os benefícios da acessibilidade nas empresas! Como vimos, todos ganham: a sociedade, os funcionários e o seu negócio.

Então, gostou do post? Aproveite agora para compartilhá-lo em suas redes sociais e mostre que a sua organização está atenta e preocupada com a inclusão social!