Metodologia OKR: você sabe o que é e como funciona?


Utilizada inicialmente por grandes organizações, como Intel e Google, a metodologia OKR é, hoje, um meio para que empresas de todos os tamanhos possam obter mais produtividade ao mesmo tempo em que trabalham positivamente a saúde dos colaboradores por meio da redução do estresse.

Trata-se de uma ferramenta indispensável, eficaz para todas as posições hierárquicas. Continue a leitura para aprender mais sobre o assunto e descobrir como começar a transformar positivamente sua empresa!

O conceito da metodologia OKR

Diferentemente das metas traçadas anualmente, a metodologia OKR (Objectives and Key Results) busca trabalhar objetivos pontuais em um período de tempo menor, mantendo o foco em resultados-chave mensuráveis que devem ser alcançados.

Como exemplo, podemos citar uma empresa que tem como meta (O) aumentar o engajamento com seus clientes nas redes sociais, trabalhando para isso o aumento das interações nas postagens e do número de seguidores (KR).

Observe que os resultados-chave nesse caso são mensuráveis, e assim deve ser toda vez que a metodologia for aplicada, de modo que se possa medir sua eficácia.

Outro grande diferencial que a metodologia OKR apresenta, é que 60% das decisões a seu respeito não são tomadas pela diretoria. Ou seja: no exemplo dado acima, somente o objetivo em si (aumento do engajamento) seria definido pela chefia, enquanto o restante deveria ser trabalhado pelo diretor de marketing, que definiria o “como fazer”.

Embora essa explicação possa parecer simples, ela reflete exatamente a simplicidade que deve existir na utilização da OKR: suas metas devem ser atingíveis, diretas, de fácil entendimento para todos e, obrigatoriamente, possuir números para mensuração.

A aplicação da metodologia OKR

Como mencionado anteriormente, as metas ou objetivos idealizados nessa metodologia devem ter um período de tempo específico para serem alcançados, de normalmente três meses. Dessa forma, é possível trabalhar todos os resultados-chave e fazer as alterações necessárias, bem como definir novas metas com maior rapidez.

Além de ter em mente que os colaboradores devem ter participação ativa nas decisões, considere também os seguintes pontos:

  • Os objetivos podem ser tanto visando métricas da empresa (operacionais), quanto visando desafiar e inspirar os colaboradores (aspiracionais);
  • A metodologia OKR pode ser aplicada em diferentes níveis, sendo eles organizacionais, departamentais e individuais;
  • É recomendado que no máximo 5 objetivos fiquem a cargo de uma única pessoa, com cada um deles tendo até 5 KRs (resultados-chave).

No que diz respeito à avaliação, é possível dar notas de 0 a 10 ou de 0 a 100 para cada resultado obtido, sendo que o mínimo para ser considerado uma ação de sucesso é 6 ou 60, respectivamente.

A metodologia OKR e a cultura organizacional

Considerando que a metodologia OKR visa desafiar positivamente todos os colaboradores com metas realmente atingíveis para gerar motivação e produtividade, é importante que ela seja inserida na rotina das equipes de forma a respeitar a cultura organizacional e outras metas preestabelecidas.

O maior objetivo aqui é evitar desafios inalcançáveis e estresse pelo excesso de tarefas. Outro ponto importante é a transparência, sendo fundamental que os processos fiquem visíveis para todos, de modo que se possa perceber que o trabalho de cada pessoa está contribuindo para um objetivo em comum.

A metodologia OKR é mais simples do que se imagina, e pode contribuir para o bem-estar de sua empresa significativamente, desde que trabalhada da forma correta.

Agora que você já sabe mais sobre o assunto, que tal inspirar outros profissionais? Compartilhe este post para que mais pessoas possam aprender a trabalhar metas de forma simples, eficaz e colaborativa!