5 dados importantes que você deve saber sobre análise ergonômica


A análise ergonômica é um documento que avalia os riscos ergonômicos aos quais os trabalhadores de uma empresa estão expostos. Ela é baseada na Norma Regulamentadora 17, que tem como objetivo garantir o conforto e a segurança dos funcionários no ambiente de trabalho.

Neste artigo, você saberá por que é tão importante que a empresa invista na análise e certificação ergonômica. Boa leitura!

A ergonomia traz benefícios tanto para os funcionários quanto para a empresa

Cumprir normas de ergonomia é essencial para garantir a saúde dos funcionários, evitando afastamentos do trabalho e redução da produtividade.

Adaptar os postos de trabalho para oferecer conforto e segurança ao trabalhador, além de oferecer atividades como a ginástica laboral, são importantes para prevenir problemas de postura e lesões por esforço repetitivo.

Além disso, empresas que adotam atividades ergonômicas demonstram valorizar mais seus funcionários. Em contrapartida, os trabalhadores se comprometem mais com a empresa e desempenham melhor suas atividades.

Cumprir normas de ergonomia é essencial para a obtenção do Certificado de Conformidade ISO 9001

A certificação ISO 9001 demonstra que empresa adota um modelo de gestão da qualidade que garante a eficácia dos processos e o melhor desempenho da organização.

O selo ISO 9001 melhora o funcionamento da empresa, evitando desperdícios e falhas. Além disso, ele permite a realização de parcerias com grandes entidades que não aceitam estabelecer relações comerciais com empresas que não possuem essa certificação.

Um dos muitos requisitos para obter a certificação ISO 9001, é a apresentação de um programa de gestão da ergonomia eficiente. Nesse âmbito, a análise ergonômica do trabalho é o primeiro passo para alcançar a certificação em ergonomia.

A certificação ergonômica demonstra a ética da empresa

Além de todos os benefícios que já falamos, a empresa que se preocupa em manter um ambiente adequado às atividades do trabalhador é bem vista pela sociedade. Os clientes ficam mais satisfeitos em saber que estão adquirindo um produto ou serviço de uma empresa comprometida com o bem-estar e a saúde dos funcionários.

Na prática, “laudo ergonômico” e “análise ergonômica do trabalho” são sinônimos

O termo “laudo ergonômico” não é apresentado na NR-17. De acordo com a definição, o laudo ergonômico “original” remete ao documento emitido por um perito em ações trabalhistas.

Entretanto, o CONFEA, em sua resolução n° 437, aponta a elaboração do “laudo de avaliação ergonômica” como uma das atividades de engenharia da segurança do trabalho.

Na prática, o documento fornecido pelas consultorias em segurança do trabalho é chamado “laudo ergonômico”, apesar de o termo “análise ergonômica do trabalho” ser o mais correto nesse caso.

Toda empresa com funcionários expostos a riscos deve fazer a análise ergonômica

De acordo com a NR-17, a análise ergonômica deve ser realizada por todas as empresas que possuem funcionários:

  • que realizam esforços de levantamento, transporte ou descarga de materiais;
  • que mantêm postura estática forçada para desempenhar suas atividades;
  • que apresentam sobrecarga muscular do pescoço, ombros, costas e membros inferiores e superiores.

Apenas profissionais especializados em ergonomia podem assinar a análise ergonômica

A NR-17 não especifica quais profissionais podem elaborar e assinar a análise ergonômica. Isso não quer dizer, entretanto, que qualquer pessoa tenha competência para isso.

Para ser reconhecido por órgãos de fiscalização ou ter valor legal, a análise ergonômica tem que ser assinada por profissionais especializados em ergonomia.

Viu só como a análise ergonômica do trabalho é importante? Além de garantir a qualidade de vida do trabalhador, ela melhora a imagem da empresa com colaboradores e clientes. Por isso, ela deve ser realizada por uma equipe qualificada e experiente.

Se você gostou de saber um pouco mais sobre a análise ergonômica, curta a nossa página no Facebook para ficar bem informado sobre como promover o bem-estar e a saúde dos funcionários da sua empresa.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *