ROI na gestão de pessoas: como esse recurso pode ajudar sua empresa


Os Recursos Humanos, como um dos ativos mais importantes de uma empresa, também são foco de investimentos. Para determinar se os investimentos realizados geraram os resultados esperados, aplica-se o conceito de ROI na gestão de pessoas.

Nesse post, falaremos sobre como calcular e pôr em prática essa métrica. Abordaremos também os benefícios que a otimização do ROI dentro do RH trazem para uma empresa. Boa leitura!

O que é o ROI na gestão de pessoas?

O ROI (retorno sobre investimento) é uma métrica que permite determinar se o investimento trouxe resultados positivos (lucro) ou negativos (prejuízo). A partir desta análise, a empresa pode optar por manter, reformular ou interromper a ação tomada.

O cálculo do ROI, originalmente aplicado a finanças, é bastante simples:

ROI = (receita – investimento) / investimento

A aplicação do ROI na gestão de pessoas é prática comum em empresas que têm um setor de RH moderno, com foco no desenvolvimento pessoal. Entretanto, é preciso ter em mente que alguns investimentos só darão retorno em longo prazo. Logo, deve-se ter cautela no uso desta métrica.

Como as empresas podem aplicar o ROI dentro de um RH?

Antes mesmo de pensar em ROI, a empresa deve investir na automação de processos, reduzindo o tempo e o esforço gasto com tarefas burocráticas e repetitivas. Os sistemas de RH na nuvem, por exemplo, são uma ótima ferramenta para melhorar a produtividade e reduzir custos.

Com os processos otimizados, a companhia conseguirá calcular e acompanhar o ROI com maior precisão. A partir daí, é possível implementar uma gestão de pessoas baseada em resultados. Isso quer dizer que qualquer investimento em pessoal que resulte em um ROI significativo deve ser encorajado.

Quais indicadores de RH são importantes no cálculo do ROI?

Para avaliar a eficácia do RH, é importante acompanhar de perto alguns indicadores. Vamos conhecer os principais:

Investimento na admissão de colaboradores

Os custos do processo de contratação (anúncio da vaga, entrevistas, encargos trabalhistas) são altos. É preciso avaliar os benefícios que o novo colaborador trará para a empresa, bem como dar condições para que o profissional qualificado permaneça na equipe.

Taxa de rotatividade

Também conhecida como turnover, essa taxa relaciona o número de colaboradores contratados e desligados da empresa. Dessa forma, é possível verificar a atratividade da empresa e falhas nos processos seletivos.

Investimento em treinamento

Esse indicador mensura se o investimento feito na capacitação dos colaboradores trouxe melhorias aos processos e rotinas de uma empresa.

Despesas

Conhecer detalhadamente as despesas do setor permite a elaboração de um plano para evitar desperdícios e avaliar as vantagens da adoção de benefícios corporativos, como o plano de saúde e a prática da ginástica laboral.

Índice de absenteísmo

É importante determinar as causas que levam os colaboradores a se ausentar do trabalho, tais como insatisfação pessoal, falta de perspectivas ou problemas de saúde.

Quais são os benefícios de aplicar o ROI na gestão de pessoas?

Um RH que aplica o ROI está focado em resultados reais. Ao analisar corretamente os indicadores, é possível determinar ameaças, tendências e gargalos. Assim, é possível elaborar estratégias para tornar a gestão de pessoas mais lucrativa e alinhada com as metas da empresa.

Otimizar o ROI na gestão de pessoas traz duas grandes vantagens. A primeira delas é o aumento da produtividade, seja pelo investimento em novas tecnologias que reduzem a burocracia ou pelo desenvolvimento de uma equipe altamente qualificada e satisfeita com o trabalho.

A segunda vantagem é o crescimento da empresa, já que os colaborares adquirem maior autonomia para resolver os problemas cotidianos. Essa descentralização permite que o gestor foque na busca de novas tendências e possa se dedicar à tomada de decisões que impactarão o futuro da companhia.

Agora que você já conhece a importância do ROI na gestão de pessoas, que tal compartilhar sua experiência? Deixe seu comentário e conte-nos como a sua empresa desenvolve ações para buscar o melhor retorno sobre investimento!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *